Manchetes

Menu

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Basílica de São Clemente–Roma

Resultado de imagem para basílica de são clemente romaA Basílica de São Clemente é um templo cristão primitivo dedicado ao Papa Clemente I. A igreja funciona como registro arqueológico da história de Roma do começo do cristianismo até a Idade Média.

História da basílica

Durante o século II d.C., os terrenos onde hoje está instalada a igreja eram ocupados por uma mansão romana, propriedade de Tito Flávio Clemente, um dos primeiros senadores romanos que se converteram ao Cristianismo. A casa era utilizada para realizar reuniões secretas, já que a religião cristã era proibida naquela época.

Basílica de São Clemente

Basílica São Clemente

Posteriormente, no mesmo lugar foi construído um pequeno templo dedicado a Mitra (Deus solar de origem persa), que permanecia em uso para a realização de rituais de iniciação até finais do século III.

Alguns anos depois foi construída uma grande sala sobre a mansão que, depois do fim da perseguição cristã em 313 d.C., passaria a se converter em uma basílica sob a bendição do Papa Sirício.

A igreja sofreu grandes danos durante os saques ocorridos em 1084, promovidos pelos normandos, e ficou abandonada e sepultada cinco metros sob o nível das ruas. No mesmo terreno foi construída uma nova igreja sob as ordens do Papa Pascual II, que terminaria em 1108 e que é a mesma que ser conserva atualmente.

Basílica de São Clemente, igreja do século IV

Descendo na Igreja do Século IV São Clemente


No interior

A simples vista, a Basílica de São Clemente poderia parecer um templo como o resto dos que se podem encontrar em Roma, mas no seu interior há tesouros importantes e inimagináveis.

A pequena igreja possui uma rica decoração, da qual vale a pena destacar alguns mosaicos que se conservam desde o século XII.

Através da sacristia é possível entrar na igreja do século IV onde, entre a escuridão, o frio e a umidade, ainda é possível ver grande parte dosfrescos decorando as paredes, além de alguns fragmentos dos mosaicos que cobriam o chão do templo.

Não só é possível entrar na anterior basílica, como também percorrer as antigas casas romanas, feitas de tijolo antigo. Em um dos ambientes é possível ver correr a água que circula através da Cloaca Máxima, o principal sistema de esgoto da Roma antiga.

Basílica de São Clemente

Mosaicos na Basílica de São Clemente


Um passeio através dos séculos

A Basílica de São Clemente é um templo impressionante, já que oferece a possibilidade de percorrer as diferentes construções feitas no mesmo lugar durante os séculos anteriores. É uma experiência interessante se perder entre seus corredores úmidos e labirínticos para dar um passeio através do passado desse lugar.

Fonte: https://www.tudosobreroma.com/basilica-sao-clemente

Saiba Mais…

San Clemente al Laterano ou Basílica de São Clemente é uma igreja titular e basílica menor de Roma, Itália, dedicada ao papa São Clemente I. Arqueologicamente falando, a estrutura é um complexo composto por três edifícios um sobre o outro: (i) a basílica atual, construída pouco antes do ano 1100, no auge da Idade Média; (ii) abaixo dela está uma basílica do século IV construída com base na casa de um nobre romano, parte da qual foi utilizada como igreja doméstica por um breve período no século I e cujo porão serviu como um mitreu, também por um curto período, no século II; e (iii) a casa de um nobre romano construída sobre as fundações de um edifício da era republicana destruído no Grande Incêndio de Roma em 64 d.C.

O atual cardeal-presbítero protetor do título de São Clemente é Adrianus Johannes Simonis, arcebispo-emérito de Utrecht.

Esta antiga igreja foi transformada ao longo dos séculos, de uma residência que abrigava um local de adoração cristão clandestino no século I até uma grande basílica pública no século VI, refletindo o avanço do cristianismo no Império Romano, tanto em legitimidade quanto em poder. Os vestígios arqueológicos da história da basílica foram descobertos na década de 1860 por Joseph Mullooly,[1] leitor em Teologia a partir de 1849 na Pontifícia Universidade de São Tomás de Aquino (Angelicum).

Saber ser feliz

É preciso não pensar na idade mas vive-la;
Saber ser feliz é preciso antes de tudo encontrar a paciência suprir a necessidade da mente em busca do dia-a-dia na consciência de entender que um dia você pode lutar para vencer mesmo que antes já tivesse sido derrotado mas sem nunca perder as esperanças.
Porque o comodismo é a injustiça da liberdade que provoca o transtorno do pecado e o desamor a condição de caminhar pela paz.
E a vida é todo espaço de tempo que temos para pensar no momento em que estamos consciente do que fazemos em benefício do amanhã.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Acredite em você

Não importa o que você é
O importante é o que você quer ser...
Não importa onde você está
O importante é para onde você quer ir...
Não importa o porquê
O importante é o querer ...
Não importa suas mágoas
O importante mesmo, são suas alegrias...
Não importa o que você já passou
O passado guarde na sua lembrança ...
Não veja; apenas olhe...
Não escute; apenas ouça...
Não toque; sinta...
O mundo é um espelho; não seja apenas um reflexo
Só acreditando no futuro você conseguirá a paz para alcançar seu sonhos...
Afinal, o que importa ?
Você importa ...

Arquitetura gótica: a teologia católica escrita com pedra

Catedral de Sens

Tudo vale quando se trata de demolir o que se apresenta como um tropeço à Revolução em marcha.
É comum essa má vontade em relação à arte medieval. Citemos como exemplo “The Architectural Review”, que se publica em Londres, dedicou um número especial ao gótico.
Em sua apresentação, afirmam os editores claramente que tal manifestação de interesse pela arte ogival “só se tornou possível pelo agora indisputável estabelecimento do movimento moderno como o estilo próprio de nosso século”.

São Jacinto e o milagre eucarístico de Legnice:

para médicos, hóstia é tecido humano

São Jacinto foge de Kiev em chamas salvando a Eucaristia e a imagem de Nossa Senhora. Leandro Bassano (1557-1622), igreja de São João e São Paulo, Veneza

São Jacinto foge de Kiev em chamas salvando a Eucaristia e a imagem de Nossa Senhora.
Leandro Bassano (1557-1622), igreja de São João e São Paulo, Veneza

São Jacinto (1185-1257), chamado de “Apóstolo do Norte”, foi um religioso dominicano polonês do século XIII, grande pregador da Eucaristia e da Adoração do Santíssimo Sacramento.
Em 1240, hordas de mongóis pagãos invadiram o mundo eslavo em fase de conversão, devastando cidades, campos e pilhando as igrejas.

domingo, 10 de dezembro de 2017

Sinificado sobre João Batista

São João Batista

A imagem de São João Batista é um grande ensinamento sobre a vida e a obra deste grande santo. Ele foi o precursor de Jesus Cristo, anunciando a todos que o Salvador estava chegando. Ele mesmo se declarou como 'Uma voz que grita no deserto: preparai o caminho do Senhor!' Ele foi o último dos profetas, elogiado por Jesus Cristo: "Pois vos digo: entre os nascidos de mulher não há maior que João". ( Lucas 7,28) Vamos compreender sua imagem.

A túnica roxa de São João Batista

A túnica roxa de São João Batista revela um aspecto importante de sua vida: a austeridade e o jejum. Os Evangelhos atestam que João alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre e vivia fazendo jejuns, tendo um grande espírito de oração.

A mão direita levantada

A mão direita de São João Batista levantada simboliza sua pregação nas margens do Rio Jordão. Ele percorreu toda a bacia do Rio Jordão pregando a penitência, a conversão, o arrependimento e o perdão dos pecados. João reunia multidões em torno de si por causa da força de sua pregação. Ele cumpriu sua missão maravilhosamente 'preparando o caminho do Senhor', como 'uma voz que grita no deserto'. Ele é o último dos preofetas.

A concha de São João Batista

A concha na mão esquerda de São João Batista simboliza sua missão de batizador. Com efeito, 'Batista' não é propriamente um sobrenome mas, sim, uma função: aquele que batiza. A concha também nos relembra que João Batista foi quem batizou Jesus, o Salvador que ele anunciava. Ao batizar Jesus, João viu a Santíssima Trindade: o Espírito Santo veio sobre Jesus em forma de pomba e do céu veio uma voz como de trovão: 'Este é meu Filho muito amado, em quem coloco toda a minha confiança!' (Lucas 3, 21-22)

A flâmula de São João Batista

A flâmula de São João Batista contem um texto em latim: 'Ecce Agnus Dei', o que quer dizer: 'Eis o Cordeiro de Deus'. Diz respeito a uma outra revelação de Deus através de São João Batista. Tempos depois de ter batizado Jesus, João Batista o viu novamente nas margens do Jordão e disse a seus discípulos: 'Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo'. (João 1, 29) Neste momento, João Batista revela que Jesus é o Cordeiro de Deus, isto é, o verdadeiro e definitivo sacrifício que será oferecido (com a morte de Jesus) para o perdão dos pecados.

O cordeiro de São João Batista

O cordeiro de São João Batista completa a mensagem da flâmula e simboliza Jesus Cristo, que João anunciou. A expressão 'Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo'. (João 1, 29) é usada até hoje nas celebrações da Santa Missa.

A cruz de São João Batista

A cruz de São João Batista tem dois significados. Primeiro, representa o anuncio de jesus Cristo como Salvador. Jesus salva a humanidade como Cordeiro de Deus que se sacrifica através da cruz em favor de toda a humanidade. Em segundo lugar, a cruz simboliza também o martírio de São João Batista como prefiguração da morte de Jesus.

O manto vermelho de São João Batista

O manto vermelho de São João Batista simboliza sua morte. João foi um mártir da justiça e da verdade. Denunciou os desmandos de Herodes Antipas. Por isso, foi preso e degolado, a pedido de Herodíades, amante de seu próprio cunhado Herodes Antipas.

Oração a São João Batista

'São João Batista, voz que clama no deserto, 'endireitai os caminhos do Senhor, fazei penitência, porque no meio de vós esta quem não conheceis, e do qual eu não sou digno de desatar os cordões das sandálias'. Ajudai-me a fazer penitência das minhas faltas, para que eu me torne digno do perdão daquele que vós anunciaste com estas palavras: 'Eis o Cordeiro de Deus, eis aquele que tira o pecado do mundo'. São João Batista rogai por nós. Amém.'


São João Batista

Resultado de imagem para João Batista biblia

São João Batista nasceu milagrosamente em Aim Karim, cidade de Israel que fica a 6 quilômetros do centro de Jerusalém. Seu pai era um sacerdote do templo de Jerusalém chamado Zacarias. Sua mãe foi Santa Isabel, que era prima de Maria Mãe de Jesus. São oão Batista foi consagrado a Deus desde o ventre materno. Em sua missão de adulto, ele pregou a conversão e o arrependimento dos pecados manifestos através do batismo. João batizava o povo. Daí o nome João Batista, ou seja, João, aquele que batiza.

sábado, 9 de dezembro de 2017

Saiba dizer...

Não diga tudo o que sabe, porque quem diz o que sabe muitas vezes diz o que não convém.
Não faças tudo o que pode, porque quem faz tudo o que pode, muitas vezes faz o que não deve.
Não acredite em tudo o que ouve, porque quem acredita em tudo o que ouve, muitas vezes julga o que não vê; não gaste tudo o que tem, porque quem gasta tudo o que tem, muitas vezes gasta o que não pode.

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém