Manchetes

Menu

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Chega logo Primmavera!

CHEGA LOGO PRIMAVERA!

Chega logo primavera
Vem meus olhos encantar.
Trazendo lindas flores
E pássaros a cantar.
.
Vem com o teu colorido
Inundar os nossos campos
Daquelas flores pequeninas
Parecendo grandes mantos.

O Evangelho de Mateus

Resultado de imagem para O Evangelho de Mateus

1 – Visão geral do Evangelho

a) O que são os evangelhos?

Para compreender bem os evangelhos é muito importante ter em mente que eles não são a história da vida de Jesus; não estão preocupados em contar fatos da vida humana de Jesus de Nazaré: não dizem qual o seu aspecto físico, como se vestia, o que comia, como foi educado... Os evangelhos têm somente uma intenção: mostrar que ele é o Cristo de Deus, o Messias de Israel que por nós morreu e ressuscitou, de modo que aquele que crer no seu nome, receber o Batismo por parte da Igreja e, fazendo parte da Comunidade de Jesus (que é a Igreja), alimentar-se da Eucaristia, tem a vida eterna em nome de Jesus.

Deus é nosso Pai

Resultado de imagem para Deus é nosso Pai

A grande mensagem de Jesus é que DEUS É NOSSO PAI.
A grande mensagem de Jesus é que DEUS É NOSSO PAI.
Sempre que Cristo se referia a Deus-Pai Ele o fazia aproximando-o do povo que escutava.
Nosso Pai.
Não somente meu ou teu ou de alguns eleitos, mas de todos os que fazem a vontade de Deus.
"... porque o VOSSO PAI sabe do que tendes necessidade antes de lho pedirdes."

Deus Pessoa

Resultado de imagem para Deus Pessoa

Toda pessoa procura alguém para entrar em comunhão, para estabelecer um dialogo. Somos seres dialogantes, necessitados de afeto, de amor. Ao mesmo tempo percebemos que em nós existe a vontade de retribuir o amor. Deus é amor. Esta definição por São João na primeira carta (4,16) nos introduz no mundo do novo da intimidade e do conhecimento de Deus.
Para o israelita, Deus não é um nome vazio, nem um conceito abstrato. Iahweh é o Deus de Israel. O primeiro, israelita que caminha à frente do povo. Combate em favor do povo, educa-o na dura travessia do deserto, mostra-lhe constantemente os preceitos que deve seguir para possuir a felicidade.

Mensagem do Pai Nosso

Imagem relacionada

Mensagem da Oração do Pai Nosso
VOCÊ: Pai nosso que estais no céu…
DEUS: Sim? Estou aqui…
VOCÊ: Por favor, não me interrompa, estou rezando!
DEUS: Mas você me chamou!
VOCÊ: Chamei? Eu não chamei ninguém. Estou rezando…. Pai nosso que estais no céu…
DEUS: Ai, você fez de novo.
VOCÊ: Fiz o que?
DEUS: Me chamou! Você disse: Pai nosso que estais no céu. Estou aqui. Como é que posso ajudá-lo?

Quem foi o discípulo amado?

Resultado de imagem para Quem foi o discípulo amado?

Pergunta de Bruna Mayara, Jataí / - Goiás e Resposta do Prof. Odalberto Domingos Casonatto, em 09.09.2014

Olá Mayara de Jataí!

A pergunta esta incluída em um dos temas que geraram muitas controvérsias e que ainda não temos uma resposta 100% concluída. A questão envolve a identificação do discípulo amado e junto com ela quem é o autor do quarto evangelho. O ponto de partida de toda problemática está no fato que nenhum momento no evangelho de João é distinguido o discípulo amado com o seu próprio nome. Para o discípulo amado não aparece o nome do apóstolo João.

Ato dos Apóstolos 20

Resultado de imagem para são lucas Viagem à Macedônia e a Grécia

1. Depois que cessou o tumulto, Paulo convocou os discípulos. Fez-lhes uma exortação, despediu-se e pôs-se a caminho para ir à Macedônia.
2. Percorreu aquela região, exortou os discípulos com muitas palavras e chegou à Grécia,
3. onde se deteve por três meses. Como os judeus lhe armassem ciladas no momento em que ia embarcar para a Síria, tomou a resolução de voltar pela Macedônia.
4. Acompanharam-no Sópatro de Beréia, filho de Pirro, e os tessalonicenses Aristarco e Segundo, Gaio de Derbe, Timóteo, Tíquico e Trófimo, da Ásia.
5. Estes foram na frente e esperaram-nos em Trôade.
6. Nós outros, só depois da festa de Páscoa é que navegamos de Filipos. E, cinco dias depois, fomos ter com eles em Trôade, onde ficamos uma semana.

A Ressurreição de Jesus

Imagem relacionada

Em síntese: A ressurreição corporal de Jesus era professada tranqüilamente pela Igreja nascente, sem que os judeus ou outros adversários a pudessem apontar como termo de fraude ou de alucinação. De resto, o sepulcro vazio de Jesus era um testemunho que corroborava a notícia. Nunca esta teria passado adiante se o sepulcro de Jesus não estivesse vazio. De resto, os Apóstolos só podiam apregoar a ressurreição de Jesus vencidos pela evidência dos fatos, pois não estavam predispostos a supô-la ou admiti-la; antes, haviam perdido todo ânimo quando viram o Mestre preso e condenado; a noção mesma de um Messias crucificado só podia parecer escandalosa e blasfema.

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém