Manchetes

Menu

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Namoro, Sexo, Drogas, Violência

Imagem relacionada

1 A família começa no casamento, e o casamento é um namoro que deu certo.
Por isso, o namoro sério é importante para uma família séria. É o começo de tudo.
2 O que é namoro?
É a época da escolha do outro. Você escolhe bem o sapato a comprar, a camisa, etc..., também vai escolher a pessoa com quem vai construir a sua vida, a sua família e seus filhos.
3 Para que a escolha seja correta, é necessário: conhecer o outro (diálogo para revelar o mistério que é cada um de nós ) ´ sinceridade (a mentira compromete a seriedade) ´ confiança ´ vencer o s ciúmes e brigas. Namorar não é ´ficar´ (sem compromissos).


4 O sentido do sexo.
Tem dois sentidos: união do casal e procriação. Só tem sentido no casamento. Fora dele só traz problemas: gravidez precoce, filhos não desejados, abortos, doenças venéreas, etc... A hora da vivência sexual não é no namoro, é no casamento. Para tudo tem hora certa. Amar não é o mesmo que gostar. Gostamos de coisas ( cigarros , laranja, manga) e as destruímos para o nosso prazer. Amamos as pessoas ´ não as usamos nem as destruímos. Amor não é sentimentalismo, romancismo, é um ato da vontade e pressupõe sacrifícios pelo ser amado.
5 Castidade e virgindade - significa não viver o sexo nem antes e nem fora do casamento. Antes de haver castidade de atos, tem que haver castidade de sentimentos, pensamentos e palavras. É preciso fugir das ocasiões de pecado (namoro nos lugares perigosos, bebida, filmes e revistas pornográficas, etc..) Bem ´ aventurados os puros de coração porque eles verão a Deus. Ser homem não é ser macho´ é pensar com a cabeça e não com os orgãos sexuais. É se domar. O jovem que não aprende a viver a castidade quando solteiro, não será fiel á esposa depois de casado. É preciso a graça de Deus para viver a pureza (oração, terço, ajuda de Maria) Mesmo quem já perdeu a virgindade pode fazer a opção de vive´la a partir de agora.
6 Masturbação - é uma desordem (pecado) porque é o uso egoísta do sexo, só por prazer. Deve ser evitado, com oração, trabalho, esporte, evitando assim a ociosidade e as ocasiões (livros e revistas pornôs, etc...) Muitos depois de casados continuam a se masturbar, por causa do hábito forte que formaram quando jovens. É como a criança que usa a chupeta...
7 O homossexualismo - também é uma desordem. O relacionamento afetivo com pessoa do mesmo sexo não está no plano de Deus. A tendência ao homossexualismo ainda não é pecado, este existe se há aceitação e busca do relacionamento. Somos templo do Espírito Santo (1 Cor 3,16) (1 Cor 6,19)
8 As drogas - destroem a pessoa, retiram a sua capacidade de pensar livremente, aos poucos vai destruindo a saúde até a morte, se não for evitada. ´ O uso da droga vai aumentando cada vez mais quando se vicia. O sujeito começa até a roubar para comprá´la. ´ Evitá´la pela graça de Deus, oração, ajuda de um grupo de amigos de fé. ´ A droga provoca depressão (suicídio às vezes), violência, crimes, etc...
9 Violência - fugir dela porque é destruidora Não cultivar a violência. Cuidado com os filmes violentos da TV (Rambo, Exterminador, etc...) que destilam a violência no sangue do jovem. Cristo é amor, mansidão, paz. Estamos cercados de violência: por pensamentos, palavras e atos. Renunciar a toda violência em nome de Jesus e viver a mansidão e humildade.
10 Testemunhos sobre tudo que foi falado até aqui.

DO Livro: MARANATHA ´ do Prof. Felipe de Aquino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém