Manchetes

Menu

sábado, 29 de julho de 2017

Morreu Charlie Gard, o bebé que consternou o mundo.

O Papa escreveu um tweet: “Confio o pequeno Charlie ao Pai e rezo por seus pais e por todos que o amaram”

(ZENIT – Roma, 28 Jul. 2017).- Charlie Gard, o bebé britânico que consternou o mundo morreu nesta sexta-feira. Após a confirmação da morte, o Papa Francisco postou no Twitter uma mensagem, na qual diz: “Confio o pequeno Charlie ao Pai e rezo por seus pais e por todos que o amaram”.

Os pais tinham aceitado na segunda-feira desligar as máquinas de suporte de vida que tinham mantido o bebé, depois de tentar levar a criança de 11 meses aos Estados Unidos para um tratamento experimental.

Foram três meses e meio de batalha legal em quatro instâncias: Alta Corte, Corte de Apelação, Corte Suprema em Londres e Corte Européia de Direitos Humanos em Estrasburgo, e após um ulterior recurso à Alta Corte.

O último desejo dos pais foi que o bebé pudesse morrer em casa, mas não pode ser atendido e foi transferida para um hospício, onde acabou por morrer.

A criança sofria de síndrome de miopatia mitocondrial, uma síndrome genética raríssima e incurável que provoca a perda da força muscular e danos cerebrais. O hospital Bambino Gesù administrado pelo Vaticano havia se oferecido para receber o pequeno Charlie.

Fonte: Zenit



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém