Manchetes

Menu

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Tem que começar de novo sim!

Se a caminhada está difícil, se percebeu que pegou o caminho errado, tem que dar meia volta e procurar um novo rumo.
Nessa busca, não há espaço para o orgulho, por isso, pergunte, informe-se, converse, quem já amou e foi feliz, nunca se esquece.
Tem que reerguer-se sim!
Nada de ficar no chão, esperando a misericórdia ou a piedade de sabe-se lá de quem.
O chão é o demarcador da derrota e também da vitória.
Muita gente aproveitou a queda para crescer, porque será diferente com você?
Olhe para o horizonte com novas lentes, com olhos coloridos pela esperança.


Com sonhos e desejos dessa criança, que habita em cada um de nós, e insiste, em fazer de cada problema, um tijolinho, que será usado na reconstrução de nós mesmos, nos projetos mais ambiciosos ou nos sonhos de simplicidade. E já que o tempo não coloca limites, não são os outros e nem mesmo a sua idade, que vão impedir o seu crescimento, pois quando você quer, você pode.
Se precisava de um recado, ele chegou, se precisava de um estímulo, aqui está, se queria uma força renovadora, ela se apresenta, é o dia de hoje, cheio de possibilidades, que se apresenta como presente único, aproveite-o, cresça e apareça.
A vida te saúda e bate palmas para sua decisão, de recomeçar mais leve, cheio de razão, com alma limpa e desejos de renovação, sem nunca perder a ternura, vivendo com emoção. Sempre é tempo de ouvir o seu coração

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Slide

Google+ Followers

Oração de São Francisco


Oração de São Francisco de Assis Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois, é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna. Amém