Santa Terezinha de Lisieux

Santa Terezinha de Lisieux
Madrinha deste Blog

São Francisco de Assis

São Francisco de Assis
Padrinho deste blog

Nossas Senhoras

Sagrada Família

Arquidiocese de Curitiba

São Pio de Pietrelcina

São Pio de Pietrelcina
Padre Pio

São Paulo Apóstolo

Papa Francisco

São Pedro Apóstolo

Santa Missa

Jesus Misericordioso

Jesus Misericordioso
Eu confio em Vós

Maria Mãe de Jesus

Divino Espirito Santo

Jesus Cristo

Deus

TRANSLATE

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Pg



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

CALENDÁRIO LITÚRGICO 2020

CALENDÁRIO LITÚRGICO 2020
ANO "A"

Lista dos Santos da Igreja

Liturgia Diária

Calendário de Comemorações

Calendário de Comemorações
SANTOS E SANTAS

Comemorações de...

Comemorações de...
...Nossas Senhoras

Meditando o Pai-Nosso

Resultado de imagem para Meditando o Pai-Nosso

O Pai-Nosso deve sua principal excelência a seu Autor, que não foi um homem ou um anjo, mas o Rei dos Anjos e dos homens, Jesus Cristo. Era necessário, diz São Cipriano, que Aquele que nos vinha dar a vida da graça como Salvador, nos ensinasse a maneira de rezar como mestre celeste. A sabedoria desse divino Mestre aparece bem na ordem, na suavidade, na força e na clareza desta prece divina. Ela é curta, mas rica em instrução, inteligível pelos simples e repleta de mistérios para os sábios.

O Pai-Nosso contém todos os nossos deveres para com Deus, os atos de todas as virtudes e a expressão de todas as nossas necessidades espirituais e corporais. Quando recitamos atentamente esta divina Oração, praticamos os atos das mais nobres virtudes cristãs. Ao dizer "Pai-Nosso que estais nos Céus", fazemos atos de fé, de adoração e de humildade. Desejando que "santificado seja o Vosso Nome" é glorificado, fazemos aparecer um zelo ardente pela glória d´Ele. Ao Lhe pedirmos "venha a nós o Vosso Reino", fazemos um ato de esperança. Desejando que "seja feita a vossa vontade assim na Terra como no Céu", mostramos um espírito de perfeita obediência. Rogando-lhe "o pão nosso de cada dia" praticamos a pobreza de espírito e o desapego dos bens da Terra. Suplicando-Lhe "perdoai as nossas ofensas", fazemos um ato de contrição. E perdoando "aqueles que nos tem ofendido", exercemos a misericórdia na sua mais alta perfeição. Pedindo-lhe "não nos deixei cari em tentação", fazemos atos de humildade, de prudência e de força. Esperando que Ele nos livre do mal, praticamos a paciência. Enfim, suplicando todas essas coisas, não somente para nós, mas também para nosso próximo e para os membros da Igreja, cumprimos o dever de verdadeiros filhos de Deus, imitando-O na sua caridade que abarca todos os homens. E se, ao recitarmos essa Prece, nosso coração se conformar com nossa língua, e não tivermos intenções contrárias ao sentido dessas divinas palavras, estaremos detestando todos os pecados e observando todos os Mandamentos da Lei de Deus. Cheap Offers:

You Might Also Like

0 comentários

Slide

Top Categories

QUANDO O SONHO AMANHECE ............*.............. Uma ideia gera um sonho Quando o sonho nasce, uma luz clareia a mente A luz forma uma ponte que alcança e aquece o coração O coração bate mais forte O sangue circula mais rápido, revigora a vida Surge o ânimo e a força como combustível para levantar e lutar As circunstância bombardeiam, ofuscam, quase apagam O sonho adormece Mas a mente vê o sonho realizado E o acorda para mais uma batalha @daiane_gizele Volte sempre.....